“Amélia que era mulher de verdade”

Como diz a letra da música “Amélia que era mulher de verdade”, por onde andam as “Amélias” do passado?

Quem são suas filhas, como se chamam, donas de quais universos?
Antes Amélias, hoje são mulheres com RG, CPF, comprovante de residência em seus nomes e título eleitoral.
Hoje, são milhares que compõe uma multidão nas ruas, subindo as estações, buscando o pão, cuidando dos filhos, educando gerações. Hoje, elas ocupam cargos com funções até então só desenvolvidas por homens. Hoje, elas lutam pela igualdade salarial, pela justiça contra agressão doméstica, lavam, passam, cozinham sim! Conseguiram serem aceitas como advogadas, médicas, executivas e intelectuais.

Devemos saldar todas as mulheres que lutaram direta ou indiretamente pela inserção da mulher na sociedade. São Margaret’s (Mead), Simones (Beauvoir), Anitas (Garibald), Joanas (D’ Arc), Marilenas (Chauí), e muitas outras que não me permitem sentir saudades das Amélias.
Amélias submissas, Amélias tristes, Amélias excluídas. Amélia, você não era mulher de verdade!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: