As Lutas do Povo Brasileiro – Do “descobrimento” a Canudos

Pessoal, esse final de semana chuvoso em São Paulo, aproveitei para ler um livro muito interessante e gostaria de compartilhar a reflexão com vocês (será que tem alguém aí?)rs.

Vamos ao que interessa: O livro como o nome do post já diz se chama As Lutas do Povo Brasileiro – Do “descobrimento” a Canudos de Julio José Chiavenato.

O interessante desse livro é que embora seja a narração das lutas que ocorreram no decorrer da história brasileira, este não é um livro de história.

Ufa! Estava cansada de livros de história com discursos frios sobre os acontecimentos. Esses livros embora sejam construídos com dissertações “neutras” mostram somente o lado dos “heróis” que foram criados para fortalecer a idéia sobre o que é do brasileiro e o que é ser brasileiro.

O autor nos apresenta uma análise crítica sobre as revoltas nas quais milhares de índios, negros, mulatos e brancos pobres sofreram repressão e foram assassinados por processos apresentados pela história convencional como “heróicos”. Desmistificando heróis e apresentando uma realidade sanguinária, o autor vai conduzindo o leitor atento a percepção dos reais interesses por trás de cada levante popular.

O livro mostra o lado geralmente oculto nos livros tradicionais: o lado do povo brasileiro.

Após a leitura,  sem dúvida nos tornaremos ainda mais indignados com a história tradicional que desde os tempos de escola vem tentando nos convencer de que somos um povo passivo, festivo e tolerante perante as mazelas sociais.

Somos um povo que fez e continua fazendo a nossa história, e não um mero objeto da história.

Mentiram sobre os nossos índios, negros, mulatos, sertanejos, e heróis que mataram e morreram em nome da liberdade.

Interesses perversos em nome dos benefícios de poucos e da propriedade privada desvastaram o nosso país e construíram uma falsa idéia sobre o caráter do nosso povo para santificar as crueldades do passado e justificar as do presente.

O nosso povo continua morrendo margilizado e excluído. A propriedade privada continua sendo motivo de guerras, e a história continua a se repetir.

“A história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes”.

Karl Marx

Difícil não citar Karl Marx que a muito já vinha alertando sobre o comportamento dos historiadores e o papel que eles exercem para manutenção das idéias da classe dominante. Marx tem toda uma teoria sobre isso (ler A ideologia Alemã) , que não cabe aqui estender, embora faça muito sentido.

Encontrei uma entrevista do autor publicada na Folha de São Paulo em 2007.

Embora não seja fã desse jornal, achei interessante disponibilizar a entrevista, caso queiram conferir:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u336867.shtml

Boa leitura, amigos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: