O que desencadeou a vinda da família real para o Brasil, e quais as consequências para a sociedade desta colônia?



Conforme orientações acadêmicas, seguem itens que serão abordados para a elaboração da questão:

História estrutural: População no Brasil e/ou nas províncias – Urbanização.

História conjuntural dos acontecimentos:Brasil e Portugal na era Napoleônica.

História de acontecimentos individuais: Dom João VI.

Uma Análise após ler Boris Fausto (História do Brasil)

Boris Fausto ao abordar o tema sobre a vinda da família real para o Brasil (1808), enfatiza as condições da Europa, que naquele período encontrava-se em guerra devido aos constantes ataques das tropas francesas sob o comando de Napoleão Bonaparte à Inglaterra.

Portugal mantinha relações comerciais com a Inglaterra e por isso estava sofrendo represálias com o bloqueio marítimo imposto por Napoleão à ilha impedindo-a de negociar com o resto do Continente. Portugal possuía grandes interesses em manter relações comerciais com a Inglaterra, pois dependia muito dela para manter seus negócios, e sabia que este vínculo embora vantajoso poderia trazer consequências ao Império português. O então rei Dom João decidiu transferir a Coroa para a maior colônia portuguesa sob a proteção da frota inglesa.

Durante algum tempo a Colônia brasileira se vestiu de Metrópole, e considero este ser um aspecto muito interessante na história do Brasil, pois não ocorreu situação parecida com nenhuma outra colônia. Para analisarmos as consequências sociais e urbanas desse acontecimento, é necessário sempre lembramos dos aspectos políticos que motivaram a vinda da família real portuguesa para o Brasil.

Dom João trouxe consigo todo o aparelho burocrático de Portugal, o tesouro real, os arquivos do governo e bibliotecas e somado com a abertura dos portos às nações amigas resultou em grandes alterações no quadro social daqueles que viviam na colônia. Com a instalação da Corte portuguesa no Brasil, a política externa de Portugal passou a ser decidida no Rio de Janeiro, mudando toda a conjectura social da cidade. Boris Fausto nos tras dados sobre o acesso aos livros, o lançamento do primeiro jornal editado na colônia, a abertura de teatros, bibliotecas e academias literárias e científicas. A população na capital brasileira dobrou e entre estes novos habitantes muitos eram imigrantes portugueses, ingleses, franceses e holandeses que formavam uma classe média de profissionais (artesãos qualificados).

As regiões brasileiras que se encontravam distantes do Rio de Janeiro, estavam insatisfeitas com as decisões da Coroa (como no caso dos impostos), pois sentiam que havia nelas o caráter de beneficiar somente portugueses e a cidade onde estava estabelecida. Isso acarretou na Revolução Pernambucana que eclodiu do Recife para o sertão, estendendo-se a Alagoas e Rio Grande do Norte. É certo que o problema da desigualdade regional tenha sido um dos principais motivos da revolta, porém, embora a população nordestina encontrava-se mobilizada contra o Império português, não possuíam uma homogeneidade em suas reivindicações.

  Não sabemos ao certo quando sentimento de identidade nacional surgiu no Brasil, porém estes levantes de caráter regional nos trás indícios de que em certos momentos da nossa história podemos observar a percepção da população  quanto ao pertencer a um determinado grupo em um determinado espaço geográfico .

  Como a análise desta questão busca observar as consequências na sociedade resultantes da vinda da família real para o Brasil, devo acrescentar que faltou subsídios teóricos baseados nesta obra para abordar a questão das relações sociais as quais não estavam diretamente ligadas ao quadro político. A população pertencente a minoria pobre (escravos e não escravos) mulheres (brancas, negras ou mestiças) não são apresentadas como pertencentes a uma população nacional ou regional, tal como suas relações e reações perante os acontecimentos do período.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: