Arquivos do Terror

O Paraguai enfrentou longos anos de terror sob o governo ditador do general anticomunista Alfredo Stroessner, que permaneceu no poder de 1954 a 1989, período que representa a mais longa ditadura militar da América Latina.

Stroessner chegou ao poder com a ajuda dos militares, e pelo partido Colorado após derrubar o governo de Federico Chavez. A ditadura de Stroessner ficou marcada pela corrupção e pela violência.

No total são 35 anos de repressão aos opositores do regime. Repressão em um período de ditadura, significa o fechamento do congresso, a limitação dos direitos individuais e coletivos, a intervenção do Estado na comunicação de massa,  fim da liberdade de expressão e agressão muitas vezes seguidas de mortes. Muitas mortes.   Os historiadores estimam que mais de 3 mil pessoas desapareceram.

Stroessner morreu na manhã de 16 de Agosto de 2006 exilado no Brasil, com problemas pulmonares.

Em 1992 foram encontrados no Paraguai os arquivos que comprovam  os crimes cotetidos em seu governo, e os documentos foram disponibilizados para a população civil. A polícia que até então negava seu envolvimento com o desaparecimento de pessoas, ficou em uma situação bastante delicada, pois foram localizadas diversas fichas com nomes, sobrenomes e fotos de muitos destes desaparecidos.

Os “Arquivos do Terror”, contém 320 mil documentos, fotos e registros recolhidos e foram colocados à disposição dos usuários da internet. São 60 mil fichas de pessoas e 246 versões digitais dos papéis mais requisitados do conjunto, os últimos com enfoque na chamada “Operação Condor”.


Os endereço do site é  www.nsarchive.org/CDyA

Enquanto isso, no Brasil as famílias continuam lutando pelo direito de saber para onde foram levados os corpos de seus parentes e amigos.

Políticos como José Sarney e Fernando Collor defendem que os documentos secretos do governo devem continuar inacessíveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: