Gabriel Garcia Marquez nos tempos do Alzheimer

Esse ano recebemos uma triste notícia sobre um dos maiores escritores da América Latina.

Gabriel Garcia Marquez sofre de demencia senil, doença popularmente conhecida por Alzheimer. Seu irmão e também escritor Jaime Garcia Marquez informou que existe na família o histórico dessa doença, e Gabriel Garcia Marquez  começou a apresentar sintomas de demência senil em 1999, quando teve um câncer linfático e hoje a doença se encontra em estado mais avançado.

Com 85 anos, nascido na cidade Aracata (Colômbia), Gabriel Garcia Marquez entrou para a história da literatura mundial do século XX após publicar obras que demonstram a qualidade narrativa e criativa do autor. Gabo também é um importante ativista político Colombiano, tendo ele estudado ciencia política quando jovem e abandonado o curso sem conclusão.

Difícil não pensar sobre os sintomas da velhice ao receber uma notícia como esta sobre um autor que descreveu tão bem sobre essa fase da vida adulta.

Em O Amor nos Tempos do Cólera (El amor en los tiempos del cólera”) publicado quando ainda era jovem em 1985,  Gabriel Garcia Marquez conduz os leitores a sentirem os anos passarem ao acompanhar a história de Florentino Ariza que carrega consigo durante meio século  o amor puro, e as vezes até doentio que sente por Firmina Daza.

Particularmente, senti angústia em diversas passagens ao ler O Amor nos Tempos do Cólera, principalmente por sentir um autor detalhista, intrigante e que leva aos extremos o seu método descritivo na narrativa, e atribuo a este método descritivo a grandiosidade dessa obra. É possível acompanhar as transformações não só comportamentais como também biológicas dos personagens. Cinquenta anos de amor em O Amor nos Tempos do Cólera, significam cinquenta anos de angústias do coração. Cinquenta anos que se passam na vida dos personagens e são acompanhados dia após dia pelo leitor que se depara com a descrição sobre o que nos tornamos em determinada fase de nossas vidas: carne morta. Como disse um de seus personagens sobre a velhice “um dia na vida a mais, não é um dia a mais e sim um dia a menos”.

Principais obras de Gabriel Garcia Márquez:

– Relato de um náufrago – 1955 – Ninguém escreve ao coronel – 1961 – Cem anos de solidão – 1967 – A última viagem do navio fantasma – 1968 – Entre amigos – Um senhor muito velho com umas asas enormes – Olhos de cão azul – O outono do Patriarca – Crônica de uma morte anunciada -1981 – O verão feliz da senhora Forbes – O Amor nos tempos do cólera – 1985 – O general em seu labirinto – Doze contos peregrinos – 1992 – Do amor e outros demônios 1994

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: