Indicação de leitura: Crônicas da Vida Operária – Roniwalter Jatobá

Pessoal, olá!

Em uma loja de produtos usados eis que descubro uma pilha de livros e um título que me chamou a atenção. Sinceramente não conhecia o autor, mas bastaram algumas passagens sobre a obra para descobrir que havia encontrado algo muito interessante.

Após a leitura, decidi pesquisar um pouco mais sobre Roniwalter Jatóbá e compartilhar minhas considerações com este blog.

Natural de Minas Gerais, Roiwalter Jatobá tem contos publicados na Itália, Suécia e Alemanha e em seus registros de trabalhos constam longas passagens pela indústria compondo o quadro operário de algumas empresas de São Paulo, onde trabalhou quando jovem.

Embora o livro seja composto por história fictícias, o autor demonstra sua importância ao narrar com tamanha perspicácia a vida de milhares de operários que em sua grande maioria migram de outros estados visando melhores condições de sobrevivência em São Paulo. Condições de trabalho insalubres ocasionando acidentes, saudades da família, problemas de habitação e baixa remuneração salarial. São estas as condições dos trabalhadores que ocupam as fábricas, desde o soar dos sinos. As máquinas trabalham incessantemente impussionados por mãos de homens e mulheres que vestem macacões engomados e fumam cigarros nas portas das fábricas esperando o sino tocar novamente. A grandiosidade das crônicas de Roniwalter Jatobá está na aproximação com a realidade, com as sensações e os sentimentos dos trabalhadores da região de São Miguel Paulista na década de 1960.

Recomendo, e boa leitura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: